SÍMBOLOS E CONDECORAÇÕES

ESTANDARTE

Atendendo ao disposto no art. 48 do Estatuto, o Estandarte da Academia possui três faixas verticais nas cores do estado (azul, branca e verde) no sentido vertical. A cor verde será a mais próxima do mastro, ficando ao centro a faixa branca com o dístico da Academia no seu centro. O Estandarte deverá estar presente nas sessões solenes da Academia, colocado sempre em lugar de destaque ou no pedestal das bandeiras do Brasil e do Estado do Paraná.

LOGOMARCA

A logomarca é um livro aberto, tendo à frente o desenho do contorno do Estado do Paraná, nas cores azul, verde e branca, com o dístico "Academia de Letras dos Militares Estaduais" e a data de fundação, 28 de agosto de 2018.

As cores branco, azul e verde são as cores da bandeira do Paraná e mantêm o seu significado. O dourado, representa a nobreza com que devem se portar os escritores da Academia na sua produção literária.

O branco, ou prata, representa a pureza, integridade e firmeza, qualidades que devem estar sempre presentes nos integrantes da Academia.

O livro representa a essência do escritor, que é sua produção literária. O livro aberto mostra que a Academia e seus membros têm a obrigação da produção contínua. A pena com um tinteiro na cor preta representa as ideias, a intelectualidade e a capacidade de expressar os pensamentos.

MEDALHA DE MÉRITO

A Medalha de Mérito poderá ser concedida por proposta de qualquer Acadêmico à Diretoria Executiva, a personalidade que tenha contribuído para o engrandecimento da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros Militar, da História das Corporações e da Literatura em geral, sendo entregue apenas 01 (um) exemplar na sessão solene no aniversário da ALMEPAR. A medalha terá as mesmas dimensões da insígnia acadêmica, porém será confeccionada na cor prata, com o contorno do mapa do Estado do Paraná colorido.

TRAJE ACADÊMICO

Atendendo ao disposto no art. 50 do Estatuto, os acadêmicos, nas sessões solenes, deverão usar o traje acadêmico, que terá as seguintes características: um pelerine (sobrecapa) que será confeccionado em tecido veludo na cor preta, com uma sobrecapa de 38 cm de largura, envolvendo os ombros e terá bordado ramos de louro, na cor dourada, em sua extensão frontal.

Ainda, deverá ser sob o traje acadêmico, terno preto, camisa branca e gravata vertical na cor preta.

Atendendo ao disposto no art. 49 do Estatuto, a insígnia acadêmica terá as seguintes características e dimensões: peça redonda em metal, com diâmetro de 6,7 cm, ao centro um livro aberto em exposição mostrando o mapa do Estado do Paraná. 

MEDALHA DA ACADEMIA DE LETRAS DOS MILITARES ESTADUAIS DO PARANÁ - PATRONO CAPITÃO PM JOÃO ALVES DA ROSA FILHO

Anualmente, a ALMEPAR no mês de seu aniversário, outorgará aos membros efetivos e para até 05 (cinco) militares, civis e entidades públicas ou privadas que tenham contribuído para o engrandecimento da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros Militar, da História das Corporações, da Literatura em geral ou em prol da ALMEPAR, a "Medalha da Academia de Letras dos Militares Estaduais do Paraná - Patrono Capitão PM João Alves da Rosa Filho", sendo a honraria concedida por Portaria do Presidente da Academia e acompanhada de um diploma.

Excepcionalmente o quantitativo da concessão da Medalha da ALMEPAR, poderá ser maior do que o previsto no parágrafo anterior, mediante deliberação do plenário acadêmico.

A medalha terá as seguintes características:

a) Formato e tamanho:

Circular, com 35 mm de diâmetro.

b) Anverso:

Totalmente jalne, na borda superior externa haverá um passador de fita vazado, sustentado por uma argola. Pousa como base um resplendor, sobreposto um círculo circundado por dezoito estrelas, em abismo o Brasão da Academia, vazado com bordas jalnes. Em chefe pousa o listel carregando a inscrição "ALMEPAR", todas as peças circundadas por um laurel. Quando o agraciado for membro efetivo da ALMEPAR, terá a cor dourada, e quando o agraciado for militares, civis e entidades públicas ou privadas, a cor será prata.

c) Reverso:

Em plúmbeo, no abismo pousa a inscrição (MEDALHA DA ACADEMIA DE LETRAS DOS MILITARES ESTADUAIS DO PARANÁ". Na ponta em duas linhas as inscrições "Patrono Capitão PM João Alves da Rosa Filho" e "28-08-2018". Destra e sinistra o conjunto leão rampante e caneta tinteiro (pena e o tinteiro) estilizada.

d) Composição e tamanho da fita:

Material em seda, 35 mm de largura e 55 mm de comprimento, composta por três listras verticais. Das extremidades possuem 10 mm de largura, a central mede 15 mm de largura. As divisões das listras possuem coloração alvas. A listra central em blau, as laterais sinopla.

e) Barreta:

Metal dourado (membros efetivos) e prata (militares, civis e entidades públicas ou privadas), com 35 mm de largura e 10 mm de altura, composta nas mesmas divisões e cores da fita, centralizado o Brasão da Academia, vazado e com bordas jalnes.

f) Significado das peças:

Resplendor: A glória no sentido etimológico, traduzida na base para o fortalecimento perene da Academia.

Estrelas: 18 peças, conforme a primeira constituição de seus integrantes.

O BRASÃO : Símbolo da Academia

ALMEPAR: Sigla da ACADEMIA DE LETRAS DOS MILITARES ESTADUAIS DO PARANÁ.

Laurel: Coroa de louros, a distinção do reconhecimento triunfal.

Leão Rampante: Força, coragem, nobreza e o domínio da proteção intelectual.

Caneta Tinteiro: A pena e o tinteiro mostrando a prática literária e linguística da Academia.

Capitão PM João Alves da Rosa Filho: O patrono da comenda.

28-08-2018: Data de fundação da Academia.